Enchi o saco - O Nada!



O nada engloba muita coisa. Porque razão não posso pensar em nada? Enchi o saco com as pessoas que não me deixam pensar em nada.



Como perder 10 kg em apenas 2 meses - a solução




Cheguei à conclusão de que uma vida saudável depende da perspectiva de cada um.

Posso ser saudável a jogar Playstation 12 horas por dia enquanto as outras 12 as passaria a dormir, certo?

Posso ser saudável a fazer crossfit e essas cenas todas da moda enquanto tiro selfies em frente ao espelho só para mostrar o meu telemóvel novo e tapo a minha cara asquerosa com o mesmo, certo?

Ora, sei bem que é necessário correr. Acreditem que sei!! Esposa, mãe, pai, tio, irmão, avó, prima, etc. sei mesmo! Escusam de mo estar sempre a lembrar.

Compreendo que seja necessário controlar o que se come e acima de tudo fazer uma alimentação saudável e equilibrada.  Esposa, mãe, pai, tio, irmão, avó, prima, etc. sei mesmo! É escusado estarem-me sempre a falar da roda dos alimentos, ok?

Dizem-me que qualquer movimento é melhor do que aqueles que eu efectuo nas horas dos meus dias: quieto e parado.  Esposa, mãe, pai, tio, irmão, avó, prima, etc... Desculpem, mas discordo. Estar quieto e parado é das melhores coisas do mundo!!

Nos últimos dias dei por mim a pensar que têm sido várias as tentativas de fazer exercício. No entanto, todas faliram quase no início porque estavam desde logo condenadas ao fracasso.

Porquê?
Porque a carne é fraca.
É verdade...
Olhar para os cozinhados da minha mulher (e para os seus bolos.. Oh meu Deus os seus bolos!!!) e não os poder fazer desaparecer como o David Copperfield fez desaparecer aviões é um martírio e uma absoluta injustiça.

No entanto, dizem-me: "Tens é de ter força de vontade" ao que respondo "Vocês falam do que não sabem... Porque ter aquele frango assado ou aquele bolo de chocolate a olhar para mim e não poder fazer nada para os apagar da face da terra é injusto e, por isso mesmo, eu ataco-os com tudo o que tenho e eles desaparecem num instante. Nem que para isso tenho que esperar que toda a gente vá dormir cá em casa para assaltar o frigorífico."

E a esta altura do texto vocês começam a interrogar-se onde é que isto vai parar, correcto?
Nem eu sem bem, mas provavelmente com um olho pisado visto que finalmente toda a gente vai perceber porque é que a comida acaba mais depressa cá em casa do que seria espectável.

Mas sei que tenho de fazer publicidade ora aos bolos ora aos cozinhados da minha senhora que a vida está difícil e isto são coisas vindas do Divino.

O problema?
É que tanta Divindade vai directamente para a barriga, coxas, braços flácidos e essas cenas todas que nos fazem aparentar ser uns cachalotes vestidos de pele humana.

Resultado?
Barriga, coxas, braços flácidos e essas cenas todas que nos fazem aparentar ser uns elefantes vestidos de pele humana.

Resolução?
Acabar com a barriga, coxas, braços flácidos e essas cenas todas que já falei anteriormente e que nos fazem aparentar ser uns badochas ambulantes.

Como?
Opah, não sei.

Muitos dizem que "as pessoas mais bem dispostas do mundo são os gordinhos". MENTIRA!
É impossível ser feliz com tanta banha acumulada... Acreditaria nisso se desse para sugar e vender essa mesma banha. Meus amigos, estaria rico!! Ao invés disso, mandam-me correr para que ela desapareça...

Uma coisa é certa.. Hoje comecei a fazer exercício (não digo o quê para já!) e deixo a promessa de ingerir apenas a dose diária recomendada para um ser humano e não para três de forma a perder pelo menos 10 kg em dois meses. É este o meu objectivo!

E sim, sei que pelo meio há o Natal e os doces e essas coisas todas... Mas mesmo assim vou arriscar e abandonar estes quilos e sem olhar para trás.

Serei um género de "mágico da gordura" que arrisca tudo: fazer desaparecer os trigliceridos e essas coisas que as análises dizem estar fora dos valores normais enquanto resisto às tentações da Andreia Aguiar Cake Designer. Desejem-me sorte!



A fada do soco


Necessito de começar este texto com uma confissão: Eu, Tito Pinto, ressono!
Sim, eu ronco. Por vezes "que nem um animal" segundo certas fontes.

E sim, ao que parece alguém se sente incomodada com isso...

Acho que faço tanto barulho que às vezes julgo que vou acordar sozinho ou com os papéis do divórcio na mesinha de cabeceira. Infelizmente, acordo pisado!

No início, nunca percebi muito bem o porquê de acordar com aquelas nódoas nos braços.
Pensei várias vezes e procurei como um louco cá em casa, medicamentos que pudessem estar a ser usados e misturados na minha bebida de forma a me fazerem maldades. Não encontrei nada!

Mas também, se alguém estivesse a fazer isto eu não ia encontrar as coisas de forma fácil, certo?
Pelo menos é o que eu acho depois de me ter tornado perito em casos de polícia após ter obtido equivalência no mestrado de séries policiais.

Felizmente descobri a causa das nódoas negras há uns dias: sou espancado durante a noite.

É verdade! Coitado de mim.

Como? Quando? Porquê?
Já vos explico.

Sempre tive um sono tranquilo e um acordar majestoso e repleto de boa disposição. Vivia num mundo lindo e que me começa a deixar saudades desde que a minha mulher se assumiu como lutadora de MMA durante a noite.


Muitos me falaram da queixeira da "My Snoring Solution", mas acredito que isto só ia lá a dormir com uma armadura!
Basta um simples ronco e já estou a levar uma cutucada.
Se o ressonar for um pouco mais profundo já vale uma cotovelada ao nível das costelas e acreditem que este me acorda com um pouco de falta de ar.

Estava a ficar com medo de dormir e achava ridículo apresentar queixa na polícia porque ia ser gozado. A solução da armadura não fazia sentido na minha cabeça, pois acredito que ainda ia sair lesado da história e com mazelas mais profundas ora físicas ora psicológicas.

Não me imaginava a dizer o seguinte: "Queria fazer uma participação sr. agente. A minha mulher bate-me enquanto durmo. Bate muito! Estou todo marcado.. Olhe para isto!".
E mostrava o corpo enquanto eles se riam e começavam a pensar a maneira mais engraçada de contar a minha história nas catacumbas da esquadra aos outros oficiais de justiça.

Acho ridículo.

Foi aqui que resolvi tomar medidas!!
Deito-me com ela e espero que ela adormeça.
Depois, saio do quarto.
Durmo no corredor, junto ao quarto.
Não consigo ficar muito longe dela... é o amor...
No entanto, o truque está no telemóvel, pois coloco sempre o despertador para vinte minutos antes da hora da alvorada da minha fada do soco de forma a lhe possibilitar um acordar comigo ao lado e não haver desconfianças de nada.



Resultados? Muitos.
Ela dorme quem nem uma princesa e eu passei a ter a coluna alinhada por dormir no chão... Nunca pensei que este método funcionasse.



39 - Um recado para ti




O calendário assinala a data e alguns até podem considerar muitos meses.
O facto é que são trinta e nove.
Sim, isso mesmo. Trinta mais nove em cima!

Bem vividos.

No dia zero nunca pensei chegar a esta altura e poder escrever este texto; Verdade seja dita que nunca tomei a verdadeira consciência da sorte que me batia "à porta" naquele 12 de Junho.

Sorte? Não.
Vida! E como passei a amar esta coisa chamada "vida"...

Elaboro este texto envolvido em algo que muitos buscam, mas poucos encontram.
Escrevinho estes parágrafos mergulhado em felicidade.

Quem nunca, certo?
Não! Não está certo.

Ninguém tem o que eu tenho.
Desculpem a ousadia e manifestação de orgulho.

Ninguém!

Seria bom que tivessem.
Inveja?
Alguns, provavelmente.

Ego elevado ao máximo?
Claro que sim. Perdoem-me!
Ou não! Já não quero saber disso para nada.

Falo de amor na primeira pessoa.
Regozijo-me no bem-estar do seu abraço, na carícia das suas mãos; reconforto-me e ganho forças nas suas palavras contra todas as intempéries.

Não sou adepto de tatuagens no meu corpo, no entanto o seu nome está gravado em mim, por toda a parte e basta um fugaz pensamento para ela me roubar um sorriso mesmo estando ausente fisicamente.

É isto o amor?
É sim.

Começa em "A".
Termina em "A".

E a mensagem para ela é um "amo-te" neste blogue de humor, mas também e sempre que necessário... de amor!

Parabéns a nós minha linda!

Reclamar, reclamar e reclamar!




Reclamar: Na maior parte das vezes, acto ou efeito de barafustar só porque sim.

É verdade, a necessidade constante de reclamar é intrínseca ao ser humano!
A super necessidade de reclamar contra tudo e todos faz parte do português!

Gostaria de partilhar convosco os factos que me levam a pensar tal coisa.

1º Quando nascemos já estamos a chorar.
Provavelmente reclamamos por estar a sair do quentinho para o mundo exterior.
Dei por mim a pensar e acho que nunca ouvi nenhum médico dizer que os bebés choram dentro da barriga da mãe, certo?

2º Quando somos crianças fazemos birra porque ninguém nos responde às trezentas perguntas que fazemos e que consistem apenas nisto: "Porque é que ....?".
Basicamente, reclamamos de não sermos compreendidos. Apenas queremos saber. Só isso!
Eu cheguei mesmo a pensar que o mundo dos adultos tinha medo que eu reunisse a informação necessária para conquistar o mundo com chupa-chupas, bonecos dos Transformers ou mesmo um xilofone (impressionante como é possível ter uma infância sem consolas não é juventude de hoje?)

3º Em adultos a nossa capacidade crítica torna-se ainda mais acérrima, mas também mais estúpida, visto que a reclamação atinge o nível extremo. 

As reclamações são sobre:
- Políticos (sejam eles de esquerda, direita do centro ou do cantinho).
- Fumadores (simplesmente porque existem)
- Chuva (porque molha e queríamos calor)
- Sol (porque provoca calor e queríamos um tempo mais morninho)
- Tempo morninho (porque queríamos que o S. Pedro se decidisse pela chuva ou pelo sol. O meio-termo mata-nos!)
- O amigo a quem ligamos às 10h ainda não retornou a chamada e já são 23h.
- O estrugido que deixamos ao lume e o marido se esqueceu de mexer e por isso queimou
- A roupa que o marido deixou no chão do quarto de banho e a toalha molhada em cima da cama
- O facto de no Facebook a partilha de imagens e posts não resolverem a fome em Africa
- O carro do vizinho ser melhor do que o meu
- O meu telemóvel não tira fotos em condições. O dos outros é que é!

4º Morte
Vivemos sem saber viver e sempre com o intuito de nos desviarmos da morte. Reclamamos com ela, mas esquecemo-nos que mais de metade das coisas que tudo o que fazemos na nossa vida nos coloca cada vez mais perto dela. Isso mesmo, viver mata. Às vezes há quem diga que ela "vem cedo demais"... Não, não vem. Ela chega sempre na hora certa. Não acredito que a senhora que transporta uma foice pesadíssima por aí saia da sua casa para vir buscar alguém ao engano...

Agora vou mexer o estrugido e arrumar a roupa antes que a minha mulher reclame comigo.
Eu já reclamei de várias coisas com ela, mas perdi sempre. Mas também, verdade seja dita... ela tem razão em tudo.

E a quantidade de vezes que eu usei o verbo "reclamar" neste texto? Merece alguma reclamação?
A ver vamos.

11 de Setembro - Vamos falar sobre isto abertamente?


O 11 de Setembro foi das piores coisinhas que aconteceram no mundo e que infelizmente ficou registado nos livros da história do Homem como um dos mais lamentáveis, tristes e que provam a ausência de evolução em nós como espécie. Somos fantásticos a exterminar outras raças e já há várias que os nossos filhos, netos, etc. só vão conhecer através dos livros. Agora, nunca pensei que nos começássemos a virar contra nós mesmos à "velocidade cruzeiro" por causa da religião... Sou sincero! A religião, esse suposto elo de ligação entre o Homem e Deus, virou uma verdadeira fogueira onde tudo e todos querem pôr toda a gente a arder. Nenhuma está correcta a não ser a sua! No meu ponto de vista a inquisição transitou da Igreja Católica Apostólica Romana para todas as outras. É próprio do Homem: tudo o que é mau é que é fixe. Tem sido assim com Católicos, Muçulmanos, Testemunhas de Jeová, Budistas, ou melhor, é assim com aqueles que são estúpidos. Só isso! Porque felizmente há excepções!! Todos os outros, inclusive os Ateus, sabem respeitar as opções dos outros e conviver no mundo que a todos recebe. Desde o fatídico dia em 2001 o ódio aos muçulmanos tem aumentado. Por outro lado, o ódio dos extremistas pelo ocidente e por qualquer pessoa que se sinta livre também tem crescido ao ponto de verdadeiras chacinas estarem a acontecer em nome de um deus. Sim, deus.. com "d" pequeno. Outro ponto: repararam que disse "extremistas" ao invés de "muçulmanos"?! Pois é, eis a grande diferença! E é aqui que se distingue o troglodita estúpido do ser pensante. Passaram-se 15 anos desde que a Al-Qaeda fez o que fez, mas há inúmeros Bin's Ladens em cada esquina e só os que por aqui, em Portugal, se têm revelado podiam ser se os deixassem... ui ui! Qualquer um deixava o Bin para trás na escala da tirania num instante! E se neste cantinho à beira mar plantado há inúmeros exemplos tristes o que esperar que aconteça nos outros quatro cantos do globo? O impressionante é que estes seres adeptos da destruição têm acesso a esta coisa "nova" que são as redes sociais, o local onde todos vomitam o que pensam sem pensar - mesmo que seja merda em quantidade industrial! Se os problemas do mundo fossem resolvidos no Facebook com partilhas de fotos, eventos e petições estava tudo bem não estava? Mas parece que isto não sai da cepa torta e a tendência é piorar cada vez mais. Tenho eliminado muitos extremistas-católicos e extremistas-ateus das minhas redes sociais, deixando apenas aqueles que considero serem os "líderes da estupidez" só para ir "metendo o olho" ao que essas abéculas vão dizendo. Acho que enquanto a Europa e o Mundo se dedica a construir novos muros por aí fora essas pessoas deviam destruir os muros da ignorância, do egoísmo e do orgulho que ergueram à sua volta. É triste e fruto de pessoas mimadas com o umbigo cheio de qualquer coisa, mas ausentes de tudo o que valha realmente a pena. Ultimamente muitos se têm revoltado com o Trump lá dos EUA quando na realidade são uma grande TrAmpinha como ele. Sim, foi uma tentativa de trocadinho com "trampa". Resumindo porque o texto já vai longo: alguns religiosos enervam-me por se dizerem religiosos mas serem tudo menos isso. Respeito mais um ateu convicto e realizador de boas obras ora com a sua família ora com desconhecidos do que um senhor ou senhora religiosa que apenas mantém a aparência da santidade no templo religioso. Aqui em Portugal, o verdadeiro 11 de Setembro tem sido a televisão portuguesa! Sinceramente, não sei o que se passa lá na programação nos EUA, mas aqui a Al-Qaeda ganhou: a destruição está feita. Parabéns a todos os directores dos canais generalistas portugueses com o lixo que nos presenteiam! Facilitam imenso a educação das mentes jovens que possuímos cá em casa.. é só dizer: "Estás a ver isto? Não faças". Ou então, no zapping, passar os canais tugas à frente. Alguns, não merecem o tempo de antena (e €€€) que lhes dão.

Dia da criança: uma história não tanto verídica quanto se imagina


Faz hoje 6 anos que cheguei a casa e vomitei no meio da sala.
O meu pai perguntou-me: "Estás bem?"
Respondi em dificuldade: "Sim, estou a bolsar.. Só isso! Estou a honrar o dia da criança."
Hoje, a verdade veio ao de cima! Conversa puxa conversa, descaí-me na história e o meu pai ficou a saber que naquele dia, há 6 anos atrás eu cheguei a casa com uma grande bebedeira.
E não, o meu pai não me foi criticar para o Facebook. 
Percebem a diferença?
Eu percebi quando ele me deu uma chapada e disse: "Mentir é feio e vou-te sempre 'sacudir as moscas' quando necessário".
Chorei! Não pela chapada, mas pelas palavras. Pelo ensinamento. Ok, e um bocadinho pela chapada que me deixou a face esquerda bem quentinha.
Percebem a moral da história?
É isto: assim que o meu pai vir este texto repleto de mentiras do inicio até ao fim eu vou levar uma chapada.
Porquê?
Porque é meu pai e sempre me "sacudiu as moscas" quando achou necessário e importante.
Ui Tito... Então o teu pai ainda te bate com essa idade?
Bate, mas de maneira diferente. Pulsa dentro de mim pela educação que me deu e que me tem permitido, ao contrario de muitos protegidos e a quem ninguém "sacudiu as moscas", não fazer figuras tristes ou julgar-me superior seja a quem for. Ninguém é melhor do que ninguém, mas a dar chapadas o meu pai foi melhor do que todos os outros. E foi bom professor, pois a minha mãe também as atribuia com um primor fenomenal!
Hoje, penso bastante num pequeno Tito lá no futuro a quem um dia darei chapadas... Será que ele escreverá um texto como este no seu Facebook? Acredito que não, pois com a evolução da espécie as coisas más ficarão para trás e, portanto, o Facebook já não existirá. Nessa altura, o meu filho simplesmente se aproximará de mim e dirá: "Pai, empresta-me 20€ para por gota no carro!!" ao que eu responderei "E arranjares um emprego, não?"
Tão bom quando as cenas se repetem, mas com personagens diferentes. Lembro-me que a primeira coisa que fiz depois do meu pai me ter dado aqueles 20€ foi enviar o meu CV para tentar conseguir um trabalho.
Ou então, tudo isto é mentira e começo a ficar mesmo com receio caso o meu pai veja este texto. A mentira é como bola de neve e acho que vou terminar por aqui. Ou então digo-lhe que isto é um texto criativo com o intuito de consciencializar as pessoas para a vida e o que nela é realmente importante; Que é mais uma tanga numa rede social... Acho que me safo com esta!
Bem, a ver vamos como isto corre... Se tiver um like dele neste texto significa que me livrei da chapada e só isso deixa-me feliz. Sim, porque o meu pai tem Facebook! É um gajo moderno.
Um dia destes, tenho é de fazer um texto para a minha mãe, porque ela também sabia dar umas boas palmadas. Fica a promessa, ok mãe?
Por fim, feliz dia da criança a todos... Principalmente às crianças que gostariam de ser crianças a 100% neste mundo de bosta que temos vindo a criar com a nossa estúpida passividade e lamentável egoísmo.

Chove há q'anos

JÁ CHOVE DESDE QUE HAVIA PACIÊNCIA

Antes que nos dê uma trombose na centralina da paciência, ou uma matinal embolia cerebral na altura do dilema "gabardine ou t-shirt???", espero sinceramente que o responsável pela "Companhia das Águas Do Céu", ganhe vergonha na p$#/§?! daquela cara e procure ajuda especializada, uma vez que o seu problema físico já é por demais evidente!!!
Caso contrário, avançaremos para as manifestações, petições, inpeachment'ações, agressões, depilações e até arremesso de sandes de torresmo em pão demolhado no óleo residual da mais pérfida frigideira das redondezas, que é para aprenderem!



Clica na imagem abaixo e vê o vídeo de um inconformado com a conjuntura metereológica que nos tem sodomizado o ânus da alegria.
É clicar aqui em baixo:



 Já chove há q'anos


Breve manual do Facebook (só para algumas pessoas!)


O que é o Facebook?
Para que serve?
De onde veio e como lidar com esta "coisa"?

Muita gente faz do Facebook uma tremenda dor de cabeça, ou melhor, tem enxaquecas com ele. No entanto, esta empresa de logotipo azul só faz mal a quem não tem preocupações, objectivos e que no fundo questiona os seus próprios valores.

Se a importância dada às redes sociais fosse atribuída de igual forma à vida real não havia problemas no mundo. Exagerado? Não, acreditem que não.



Agora julgo que chegou a hora de partilhar alguns pensamentos sobre esta rede social criada pelo "demónio" (LOL) de forma a dificultar a vida de todos aqueles que não se preocupam com o Facebook mas que convive com alguém cuja vida gire em torno desta mesma rede social.

No Facebook, as pessoas preocupam-se mais com a vida dos outros do que com a sua. Ou seja, o Facebook é um género de bairro repleto de vizinhas coscuvilheiras.

De nada te vale mudar a tua fotografia de perfil dia sim dia não. A verdade, é que não vais chamar à atenção de quem queres e continuarás feia(o).

Só partilha imagens a dizer "a partir de agora só vou dar atenção a quem a merece" quem já teve atenção e levou um chuto no traseiro.

Colocar "gosto" em mais de 3 fotos por dia de alguém só para chamar à atenção devia dar direito a abertura de inquérito por perseguição.

O Facebook é como uma loja dos chineses: o rei das cópias e falsidade! E este tipo de pessoas multiplicam-se como ratos.

O Facebook apoia o graffiti! Não é à toa que todos temos um mural no Facebook.

Não, o Facebook não dá 0,01€ a nenhum menino ou menina doente por tu partilhares uma foto. Já era altura de abrires os olhos!

Conheces a máxima "mantém os teus amigos perto e os teus inimigos ainda mais perto", correcto? Finalmente está descoberta o porquê da existência do Facebook: está tudo no mesmo sítio!

"Quando a vida te der limões..." ou "quando a vida colocar pedras no teu caminho..." cria uma conta no Facebook e alivia a tensão com (in)directas.

10º Se em mais de 10 anos de Facebook ele continua azul não percebo porque é que vocês continuam a insistir nessas aplicações para lhe tentar mudar a cor. Acordem para a vida de uma vez por todas, É possível? 


Se um dos problemas de Portugal é continuar repleto de portugueses… o principal problema do Facebook é existir! 

É um facto que ele complicou e complica muitas relações humanas, mas será que é mesmo assim?! Ou será que o Homem busca incessantemente desculpas em tudo que é externo para se desculpar dos defeitos interiores? Talvez seja altura de assumirmos a verdade... Somos estúpidos!! Pelo menos alguns são. Não todos, pois acredito que ainda há gente sã por aí! 
Criamos problemas que depressa viram guerras por causa de questiúnculas "ciberneticamente sociais" e depois interrogamos como é que é possível haver guerras e problemas no mundo? É simples... porque somos estúpidos. Tanto ou mais que os políticos.
Bem. agora vou ali beber uma cerveja e comer uma sande de presunto visto que no mundo virtual isso é impossível!  

JORNAL DO BILHAR - Turista inglesa que se atirou ao mar - Saiba toda a verdade



Certamente devem estar recordados da isólita notícia ocorrida em março passado, a propósito daquela turista sexagenária inglesa que se atirou ao mar na Ilha da Madeira, na tentativa de alcançar o navio cruzeiro Marco Polo, após o marido se mandar de avião de volta para casa, sem hesitar nem um segundo...



(Atenção, que a expressão "sexagenária", não implica nada que vislumbre o sexo, nem nada parecido, ok??? Até porque que tem 65 anos (como esta senhora), o sexo é coisa que se vislumbra tanto, como os terroristas vislumbram as 72 virgens (que o Corão promete), após rebentarem os entrefolhos da entremeada.


Neste sentido, inicialmente o casal terá dito mais ou menos isto (com a entoação de quem está a dizê-lo a alguém lá ao fuuuuundo):



Senhor inglês: Bristol, here i goooo!!!

Senhora inglesa: Águas madeirenses com vestígios de 'pitróile dos barcos (entre cruzeiros, barcos de pesca e daqueles para fazer wale watching), here i go toooooo!!!


A Shô Dona Susy, já com hipotermia e aparentemente confusa com a moca do 'gasóile na água,  foi recolhida quando pescadores locais ouviram pedidos de socorro em estrangeiro de fora, após 3, 4 horitas a simular exercícios de natação sincronizada a 500m da costa, num cenário que relembrou a catástrofe do Titanic. Contudo, sem poder contar com a ideal presença de Leonardo Dicaprio para lhe bater o coiro no decorrer daquela humidade toda, pelo facto de estar ocupado na consulta de terapia de casal com o urso com quem contracenou no filme The Revenant (para ver se aquilo melhora de uma vez por todas entre eles).


Após este episódio, foi-lhe diagnosticado um surto agudo psicótico, o que significa que estava descompensada, ou seja...apanhadinha do clima, ou melhor...esbardalhada da mexéla, e por isso até já a enfiaram numa Casa de Saúde (pelo visto, um hospital psiquiátrico para mulheres).


Mas a história desenha-se em contornos desconhecidos por quase todos...



Há coisa de um mês, ela e o marido dirigiram-se à agência de viagens para escolherem o destino de férias. Após muita insistência da Dona Susy, lá escolheram precisamente o navio cruzeiro Marco Polo, num universo de 6 outros navios disponíveis, para destinos de sonho, nomeadamente Porto de Leixões, ou aquele com destino paradisíaco da ETAR de Palmela, e tudo porque o nome lhe transmitia um sentimento muito especial (pelo que mais tarde se veio a apurar com amigas da senhora).

MARCO, era o nome de um amor proibido nos seus primeiros anos de casamento...Um professor de natação, com o qual terá tido uma relação extraconjugal, com memórias de momentos calientes entre "umas" de bruços e "outras" de costas.

O esposo sempre desconfiou, e embora nunca tenha falado com ela sobre o assunto, passou a saber de tudo com a ajuda de um detetive privado (próprio para descobrir 'berlaitadas marotas em piscinas inglesas, ao nível do adultério) e o ciúme foi crescendo. As discussões foram sendo graduais e agora, com a escolha deste cruzeiro em específico, teria sido a gota de água!

O senhor estava possuído, como que aproveitando esta deixa para iniciar Pirinéus de raiva e avalanches enfurecidas de espuma de boca, sempre que alguma situação o despometasse.

Aquele nome "MARCO" ficou tão entranhado na sua mente, como a Rute Marlene ao azeite. O ciúme ficou forte e era visível nos derrames oculares ao ouvir algo parecido com esse nome.

A partir daí, deixou de comer pizzas MARCO Bellini; cortou relações com os CD's do MARCO Paulo (também se ouve por lá...mais na Inglaterra de Baixo); já não escreve cartas à mão, só para não ter de as depositar no MARCO do correio; passou a enfardar desalmadamente comida de abril a fevereiro, só para poder hibernar no mês de MARÇO; deixou de suportar ouvir as pessoas a dizerem um turístico "VisiteM ARCOzelo", ou um simples "Queres vir ver o MAR COmigo?"...ou um banal "Se tiverem droga e forem fuMAR, COnvida-me".


Susy sonhava com MARCO a introduzir a sua touca (de latex...com ou sem estrias, mas sempre, sempre de sabores), e o marido sonhava com a próxima oportunidade de arremessar chapadas de mão aberta com sabor a soqueira (até à data sempre dirigidas a estranhos, mas que a qualquer momento poderiam perfeitamente mudar a rota para o coirato da própria mulher).

O ambiente foi azedando na viagem em direção à ilha e mal chegaram, já o bilhete de regresso estaria pensado na cabeça do pobre coitado, à revelia da vontade de Susy, que ainda assim, apreciava o marido.

Ele dirigiu-se à agência de viagens mais próxima, mas quando entrou...viu que se tratava da Agência MARCO Travel, o funcionário era o Sr. MARCO António de MARCO de Canavezes, que era presidente do "Clube de Vela ReMARCOntigo"!!!

Naquele momento, o inglês quase bebia um mortífero cocktail de AVC, com Trombose, Aneurisma, um cheirinho a Enfarte do Miocárdio e on the rocks naquela cabeça, já feita em água de tanta pressão!
Mas pronto...lá trouxe o bilhete e deu corda aos sapatos para se pôr a andar dali para fora, em direção a Bristol.

A Shô Dona Susy, sem saber o que fazer, meio desamparada, assustada, aconchegou-se numa zona de conforto mental e lançou-se ao mar a caminho do navio, para agilizar uns moves de natação sincronizada que a sua proibida paixão lhe ensinara em tempos. Aquela decisão, foi como que uma bufa comprida, naquela super cólica intestinal que por vezes temos.

O pior viria depois...
Agora...nem MARCO, nem marido, nem navio, nem cabecinha para pensar direito.
Ainda se encontra hóspede num "hóstel da loucura", onde priva com outras Susy's que lembram seus MARCOS apessoados.

Esta é uma história triste e com um ensinamento muito forte para as mulheres em geral:

Mais vale inscreverem-se nas Sociedades Recreativas Operárias do local de residência, nomeadamente para integrarem nos Clubes da Malha, ou do Chincalhão, para que assim não lhes aconteça nada disto...no sentido em que os bigodes amarelados dos treinadores, o farto atrevimento dos pelos do nariz e das orelhas e o palito nos dentes com restos de toucinho grelhado, acalmariam qualquer desejo de meterem a vossa senaita a fazer mariposa badalhoca na piscina com alguém.